Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Pátio do 1º CTA, Rua Cleveland, 250, com entrada pelo 1º CGEO, antiga 1a. DL, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”NORTE

Altitude: 69m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 7,5 + 5log (D): 14,73; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,04; Comprimento do tubo óptico: 17” (43,18cm); Massa: 42 libras (19,1kg).

sábado, 25 de abril de 2020

Conjunção Lua - Vênus - Aldebarã.

      No início da noite deste sábado foi possível assistir no céu mais um espetáculo da natureza. A Lua (nosso satélite natural), Vênus (conhecida pelos antigos como estrela Vésper, quando vista no início da noite) e a estrela Aldebarã da constelação do Touro, formaram uma interessante conjunção.

      Apresentamos uma sequência de fotos obtidas das proximidades do Colégio Militar de Porto Alegre (prédio que aparece parcialmente em três das quatro fotos publicadas).

      Para uma melhor identificação a Lua aparece com uma formato de foice, abaixo e a esquerda das fotos, o ponto mais brilhante acima da Lua é a estrela Aldebarã e Vênus aparece à direita das fotos com o ponto brilhante que se destaca.

      Apesar da estreita faixa da Lua que refletia luminosidade para nosso planeta a magnitude deste astro era de -7,7, a magnitude de Vênus  -4,7 e a magnitude de Aldebarã 0,85. Por estas informações pode-se perceber que quanto menor o valor da magnitude mais brilhante é o astro.

      Para efeitos de comparação a magnitude de nosso Sol é de -26,7. (Nos referimos neste texto a magnitude aparente dos astros.)

 Nesta cena fizemos uma foto mais aproximada de Vênus, que se for ampliada suficientemente poderá se visualizar que o planeta está em fase, ou seja, somente parte do disco de Vênus reflete a luz do Sol para a Terra.
Configuração da foto:
Câmera Nikon D3100, lente 200mm, ISO 1600, 1/5 s, F 5.6.

Nesta sequência de fotos, além de perceber, pela posição relativa dos astros com relação ao prédio do CMPA, foram obtidas em horários ligeiramente diferentes, há também diferenças de ISO (sensibilidade) e tempo de exposição da câmera.
Configuração da foto: Câmera Nikon D3100, lente 55mm, ISO 400, 1,3 s, F 4.5.




Configuração da foto: Câmera Nikon D3100, lente 55mm, ISO 800, 2,0 s, F 4.5.



Configuração da foto: Câmera Nikon D3100, lente 55mm, ISO 1600, 1,3 s, F 4.5.

sábado, 22 de junho de 2019

Clube de Astronomia do Colégio Farroupilha estuda o céu no solstício de inverno.




Na noite de 21 de junho de 2019, solstício de inverno, os estudantes do Clube de Astronomia do Colégio Farroupilha e seus familiares realizaram visita de estudos ao Observatório do CMPA. 
        A grande atração da noite foi Júpiter que pode ser visualizado através de binóculos e telescópios. Também foram visualizados Alfa Centauri, um sistema triplo de estrelas com duas visiveis ao telescópio, além de localização de constelações, ecliptica, pontos cardeais e localização do polo celeste Sul pela técnica de prolongamento do eixo maior da constelação do Cruzeiro do Sul.