Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

sábado, 24 de março de 2007

Fotos dos campeões

Na foto ao lado, vemos o aluno Nathan ao lado do ex-aluno Milton VIEGAS Júnior. O então aluno Viegas, em 2001, após participar da IV Olimpíada Brasileira de Astronomia (IV OBA) foi selecionado para participar da VI Olimpíada Internacional de Astronomia (VI OIA), na Criméia, em outubro deste mesmo ano. Como conseqüência dos incidentes acontecidos em 11 de setembro, quando foi colocado abaixo o WTC, muitas equipes no mundo todo desistiram de participar da OIA naquele ano. A partir daí, a equipe brasileira passou a participar das OIAs, sempre no ano seguinte à classificação de seus representantes em jornada nacional. O ex-aluno Viegas hoje é aluno do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), em vésperas de concluir seu curso de engenharia. Sempre que pode, em férais e feriados prolongados, ele vem nos visitar.

Nesta outra foto, o aluno Nathan está ladeado pelo então atual cadete da AMAN, Bruno LION Gomes Hack. O ex-aluno Lion, juntamente com o aluno Viegas, na época, também foi selecionado para particpar da OIA na Criméia (sim, tivemos dois representantes internacionais numa mesma olimpíada!). Porém, o adiamento da participação do Brasil para o ano seguinte, colocou em conflito seus interesses particulares e projetos de vida, no qual seu sonho maior era o de entrar para a AMAN. Com isso, como as competições da OIA na época coincidiram com os exames de seleção para a EsPCEx, sua opção foi por este último, abrindo mão de participar da Internacional. Para quem não percebeu, quem se encontra à direita do aluno Nathan, sou eu!
Nathan vai de novo?

Foi com alegria que, ao abrir meus e-mails ontem à noite, encontrei o chamamento do aluno Nathan Willig Lima, da turma 201 do CMPA, para fazer parte dos cinqüenta alunos selecionadas na última Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (IX OBA) que se realizou no ano de 2006, quando dela participaram 305 000 alunos em todo o Brasil. Com isto, nos próximos dias 11, 12 e 13 de abril, o aluno Nathan irá se deslocar para São Paulo, onde participará de três dias de estudo intensivo para, ao final, no dia 13, "curtir" uma última prova de seleção, de onde sairão os 5 (cinco) alunos que representarão o Brasil na X Olimpíada Internacional de Astronomia que se realizará na Criméia, uma península ucraniana situada na costa setentrional do Mar Negro, na Ásia. Os alunos que participarão desta seleção irão se hospedar no Hotel Terras Altas, em Itapecerica da Serra, São Paulo.
Parabéns, Nathan!

Aproveito para estimular os outros alunos integrantes do Clube de Astronomia a participarem da próxima OBA, que se realizará em maio e lembrando que o Nathan foi para a China (na foto ao lado, fazendo pose ao passear pela Grande Muralha), em 2005, quando ainda estava na Oitava Série. Vamos ler, participar e dar um banho na próxima Olimpíada!

terça-feira, 20 de março de 2007

Deu água!

Bah, desta vez nos demos mal! As atividades de observação de ontem foram literalmente por água abaixo. A chuva e o céu encoberto não permitiram que aqueles que ainda não aprticiparam de uma observação do céu pudessem fazê-lo. Mas vamos marcar outra para a semana que vem. Fiquem no aguardo de novo convite para observação. Vamos ver se no dia 21 o tempo coopera para podermos realizar nossa atividade solar no pátio. Esperem notícias sobre a atividade.