Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Aniversário do Observatório Capitão Parobé

Na data de 26 de novembro o nosso observatório faz aniversário! Sua inauguração foi em 26 de novembro de 2002. Portanto, está completando sete anos de existência. Nesses sete anos estamos fazendo grandes esforços para completar sua estrutura física com banheiros, sala de controle, almoxarifado e uma sala alojamento. De tudo já aconteceu, desde o mal funcionamento do motor de ascenção-reta, até a queima do motor responsável pelo deslocamento do teto. Mas nem os contratempos impediram-no de funcionar dentro dos objetivos para o qual foi construído. Ainda não contabilizamos, mas com certeza, nesses sete anos, com dificuldades ou não, várias centenas de pessoas de todas as idades, profissões e interesses já se deslumbraram com os detalhes do céu que ele oferece através do telescópio Celestron de 12 polegadas de diâmetro. Foi nosso observatório o responsável pelas primeiras imagens quando da aproximação de Marte em 2003. Parabéns ao nosso observatório, e muitos projetos para o futuro!


quinta-feira, 5 de novembro de 2009

V Jornada Espacial Brasileira


Desde o dia 01 de novembro o Ten Gentil Cesar BRUSCATO, professor do Clube de Astronomia do CMPA, juntamente com o aluno MOSIAH Heydrich Machado, da Segunda Série do Ensino Médio, também aluno do Clube de Astronomia do CMPA, se encontram em São José dos Campos, São Paulo, participando da V Jornada Espacial promovida pela AgênciaEspacial Brasileira. A ida do Ten Bruscato e do aluno Mosiah é resultado do desempenho desse aluno na XII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica realizada em maio deste ano. O evento se estenderá até o dia 07, quando ambos retornarão a Porto Alegre.
O aluno Mosiah já é o sexto aluno do CMPA a participar deste evento, desde sua criação em 2005. A Jornada é constituída de uma extensa lista de eventos a serem cumpridos pelos participantes, cujo objetivo é apresentar o projeto espacial brasileiro. Para isso são oferecidas palestras e oficinas com temas sobre a tecnologia aeroespacial.
Diariamente o Ten Bruscato nos tem enviado relatórios via e-mail, onde especifica as atividades das quais participaram, complementando com belas fotos que já estão publicadas na página do blog do Clube de Astronomia.
Na página do Colégio Militar de Porto Alegre também podem ser encontradas notícias sobre a V Jornada Espacial. Na data de hoje, inclusive, o site da Globo publicou reportagem onde em uma das fotos da matéria aparece . . . adivinhe. . . quem? Vá lá e confira!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Aluno Otávio chega do Irã!

Com atraso de duas horas desembarcou ontem no aeroporto Salgado Filho às 14h00min o aluno Otávio Macedo de Menezes, do Colégio Militar de Porto Alegre, proveniente de Teerã, Irã, onde participou desde o dia 15 até o dia 26 de outubro, fazendo parte da equipe olímpica brasileira, da III International Olympiad of Astronomy and Astrophysics. Com a experiência de quem participou em 2008 da II International Olympiad of Astronomy and Astrophysics, em Bandung, Indonésia, Otávio desembarcou com outro certificado de Menção Honrosa (já havia trazido um da Indonésia), sendo recepcionado por colegas, professores e familiares. O Clube de Astronomia e o Colégio Militar de Porto Alegre sentem-se mais uma vez orgulhosos de ter um aluno representante em países distantes. Otávio, em pouco menos de dois meses, irá compor a já então galeria de ex-alunos do Clube de Astronomia que já participaram de outras olimpíadas internacionais: alunos Viegas (na Rússia, em 2002) e Lion (que optou por não participar da Internacional naquela época, pois outros interesses coincidiram com o período das competições astronômicas), aluno Nathan (na China, em 2005), aluno Nathan (novamente em Trieste, em 2008, que acabou indo a Berlim) e também o aluno Otávio em 2008, como já foi mencionado, na Indonésia.

Parabéns ao Otávio!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Brasil destaca-se na III IOAA em Teerã, Irã


Tomamos a liberdade de transcrever neste espaço do nosso blog o e-mail emocionado do Prof. Dr. Jayme Fernando Villas da Rocha, frente aos resultados obtidos pela nossa equipe olímpica participando da III International Olympiad of Astronomy and Astrophysics:

Caros pais, amigo, familiares, torcedores, membros da equipe de treinamento e todos aqueles que investiram seu tempo emocional, sentimental, existencial nesta jornada.

Esta é uma comunicaçao informal!

A equipe brasileira retorna, mais uma vez premiada:

Premio especial por melhor prova observacional: Daniel de Barros Soares;

Medalhas de prata: Hugo Fonseca, Daniel de Barros Soares e Leonardo Stedile;

Medalha de bronze: Thiago Hall;

Menção honrosa: Otavio Menezes.

Na noite de encerramento, o chefe de governo de fato iraniano, presidente Mahmoud Ahmadnejad, esteve presente e falou aos participantes.

Com o reconhecimento da IAU, a presenca de representande de sua comissao de ensino e a sua forma colegiada de organização, foram dados grande passosno sentido deste evento se tornar tambem uma sessao de discussao sobre a educaçao e ensino de astronomia nos paises participantes e o estimulo recorrente entre mais olimpiadas e o reforço do ensino delas decorrente.

Parabéns a todos!

Obrigado a todos!

Abraços!

jaime

As fotos dos participantes da III IOAA se encontram na Galeria de Fotos Oficial.

domingo, 18 de outubro de 2009

Otávio no Irã!


Na noite de hoje os familiares do aluno Otávio receberam mensagem por e-mail da Profa. Thais e as primeiras fotos feitas em solo iraniano. O e-mail me foi encaminhado e tomo a liberdade de publicá-lo:

Olá a todos! Chegamos muito bem ao Irã, e já tivemos nossa primeira confraternização com os outros times. Seguem em anexo duas fotos do grupo. O rapaz na foto, ao lado do Bruno é o guia dos estudantes brasileiros, e se chama Masood. Todos estão bem, estamos seguros, sendo acompanhados todo o tempo, para todo lado. Os iranianos têm sido muito gentis e atenciosos conosco, e a comida é muito boa! Todos gostaram! O clima é bastante seco, e a temperatura está amena. Muito agradável. Fiquem tranquilos.

Abraços,
Thais.

Aluno Otávio já se encontra em Teerã, Irã!


O aluno OTÁVIO Macedo de Menezes, do Terceiro Ano do Ensino Médio do Colégio Militar de Porto Alegre já se encontra em Teerã, Irã. Otávio saiu de Porto Alegre na manhã de 12 de outubro com destino ao Rio de Janeiro, onde se encontrou com os outros quatro membros da equipe olímpica de astronomia, que participará da III International Olympiad of Astronomy and Astrophysics. Entre o dia 12 e o dia 15 esse alunos participaram de várias atividades e eventos naquela cidade com o intuito de aproximar os integrantes da equipe olímpica, aprimorar estudos teóricos e praticar no Planetário do Rio de Janeiro a observação do céu simulado do Irã na época das provas. Na data de 15 de outubro, às 15h00min eles rumaram para as terras desconhecidas para nós do Irã.
Em e-mail enviado pela sua mãe no dia 17, sábado, ela nos informa que " o Otávio ligou hoje a tarde, chegaram bem e estão hospedados em um local fora da cidade, que, diz ele, ser um clube.Amanhã vai ser a cerimônia de abertura. Quando tiver mais notícias eu informo".
Ficaremos no aguardo de mais informações sobre o Otávio e torcendo para que ele consiga um bom desempenho nas atividades.
Participam pelo Brasil, além do aluno Otávio, Daniel Soares, Leonardi Stedille, Thiago Hallak e Hugo Araujo. Acompanham, chefiam e coordenam as atividades da equipe a Profa. Dra. Thais Mothe Diniz e Bruno L'Astorina, aluno que também já participou de eventos internacionais de astronomia.

Dá-lhe, Otávio!

CMPA leva astronomia ao Colégio Anchieta de Porto Alegre

No último dia 14 de outubro, uma quarta-feira, à tarde, o Clube de Astronomia do Colégio Militar de Porto Alegre mudou de lugar e de participantes. Dentro da programação do Ano Internacional da Astronomia, (AIA 2009) conjuntamente com o Museu do Colégio Anchieta de Porto Alegre, oferecemos uma oficina para os alunos das quinta, sexta e sétima séries do Ensino Fundamental daquele tradicional Colégio. Nesta oficina desenvolvemos várias atividades interativas: palestras sobre o funcionamento de telescopios, discussões tira-dúvidas sobre diversos fenômenos do céu, assistimos a dois vídeos, e fornecemos orientações sobre o trabalho com o software Stellarium. Os alunos se mostraram muito participativos, do início ao fim da atividade (que ocorreu entre 15h00min e 18h00min), principalmente durante a atividade de leitura da carta celeste e da caça aos asteróides a partir de imagens do céu impressas em papel. Ao final, todos nos dirgimos para o saguão do prédio central do Colégio Anchieta para posarmos pra fotos diante da exposição do AIA 2009, cujas imagens também foram cedidas pelo CMPA.
Participaram da atividade o professor Fernando Meyer, coordenador do Museu Anchieta (que, alias, aniversariava naquela data!), a professora de geografia do Colégio Anchieta Alexandra Menezes Trott, estagiárias em Psicologia da PUC Débora Lavinski e Rosa Adriana Castanho Stalivieri e os alunos de quinta e sextas séries Laura Girardi, Julia Fabris, Natália do Nascimento Daithe, Clara Takako Moriguchi, Bruno Barcellos Mazzarddo, Gustavo Bing, Ignácio Goldmann, Guilherme Maurer,Pedro Pacheco, César Vieceli, Vinicius Kuelle e Luca Frangipani.
Dentro da programação, à noite deveríamos ir ao Observatório Capitão Parobé, mas o céu estava nublado e choveu. Portanto, esta última atividade fica para outra ocasião, quando as condições atmosféricas estiverem a favor de uma observação celeste.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Por que não vimos a poeira de detritos da LCROSS na superfície da Lua?


Na sexta-feira, quando professores e alunos se reuniram no Salão Brasil do Colégio Militar de Porto Alegre para assistir ao vivo o choque da sonda LCROSS com a superfície da Lua, uma ponta de frustração tomou conta de todos, pois saímos com a sensação de nada termos visto. Durante a transmissão pela NASA TV, cujo nível de som era muito baixo, fazíamos palestras e orientamos sobre o que deveria estar acontecendo e justificando, objetivo do projeto, resultados, etc.

Na edição desta semana a revista ISTO É (ISTO É, ano 32, n° 2032, Editora Três, São Paulo), na página 26, com o título "NASA falha na busca por água na Lua", aponta que o "tiro saiu pela culatra" na missão LCROSS, pois "a nuvem não foi grande o suficiente para que os cientistas conseguissem material capaz de acusar presença de água no subsolo lunar".

Porém, na página eletrônica do sapeceweather da data de 12 de outubro de 2009 saiu a seguinte reportagem (traduzida por nós):

O MISTÉRIO DA POEIRA QUE NÃO APARECEU: Os cientistas da NASA estão às voltas com um mistério. Para onde foram os detritos resultants do impacto da LCROSS contra a superfície da Lua? Na manhã da última sexta-feira, 9 de outubro, a espaçonave LCROSS e seu foguete lançador Centauro chocaram-se contra o chão da cratera Cabeus, localizada perto do pólo sul lunar. Mas os detritos que deveriam ser emitidos para o espaço devido ao impacto não se materializaram como era previsto. Atente para a imagem gravada 15 segundos após ter ocorrido o impacto do Centauro, gravada pelo telescópio Hale de 200 polegadas (508cm) do Observatório Palomar:

A cratera Cabeus está localizada no centro da imagem, atrás de uma montanha brilhante. Detritos da espaçonave e do solo lunar deveriam emergir por entre a sombra, iluminados pela luz do Sol. Porém, mesmo o extremamente sensível sistema óptico-adaptativo do Observatório Palomar nada registrou.

A ausência da poeira não significa que a missão LCROSS tenha falhado. Ao contrário, ao mostrar algo que não estava sendo esperado, a missão LCROSS está nos ensinando algo novo sobre a superfície lunar e sobre os resultados dos impactos lunares. Então, por definição, foi um sucesso experimental. Tudo que resta é aprendermos e entendermos qual é esta nova informação. Pesquisadores estarão anunciando suas descobertas nos próximos dias e semanas. Fique atento!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Otávio embarca rumo ao Irã!


Na manhã de hoje embarcou para o Rio de Janeiro o aluno OTÁVIO Macedo de Menezes, da Terceira Série do Ensino Médio do Colégio Militar de Porto Alegre. O aluno Otávio, nos próximos três dias irá alojar-se na residência do Prof. Dr. Jaime Fernando Villasboas, juntamente com os outro quatro alunos da equipe olímpica que disputará a III Internatinal Olympiad of Astronomy and Astrophysics, em Teerã, no Irã. Durante esses três dias, sem contar a programação de lazer, o aluno Otávio cumprirá a seguinte agenda:
Segunda-feira 12:
9:30 - Chegada dos alunos de São Paulo - SP no Galeão (voo GOL)
10:00 - Chegada do aluno de Porto Alegre - RS no Galeão (voo GOL)
Tarde: Compra dos uniformes da equipe e de brindes para trocar com as equipes dos outros países
Terça-feira 13:
Manhã: Abertura da OLAA no Planetário do Rio de Janeiro.
Tarde: Treinamento observacional no Planetário do Rio de Janeiro
Quarta-feira 14:
19:00 - Lançamento de tradução de livro do Heisenberg na Livraria da Travessa.
Quinta-feira 15:
14:30 - A equipe chega ao Galeão
15:20 - Partida para o Irã

Os jornais ZERO HORA e CORREIO DO POVO, publicaram, respectivamente, no sábado, dia 10/10/2009 e no domingo, dia 11/10/2009, reportagens sobre a missão que o Otávio vai desempenhar no Irã, em nome do Brasil, do Rio Grande do Sul, de Porto Alegre e, é claro, do Colégio Militar de Porto Alegre. Além da edição online de ZH, a edição online impressa também apresentou a matéria que aparece na edição impressa em papel.

Crédito da foto: Jornal Zero Hora.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

CMPA acompanha impacto da sonda LCROSS contra a Lua


Na manhã de hoje o Colégio Militar de Porto Alegre passou por umas horas de agitação. Essa agitação deveu-se ao fato que estávamos participando do grupo de observações de astrônomos amadores inscritos para registrar imagens do impacto da sonda LCROSS (Lunar CRater Observation and Sensing Satellite) contra o pólo sul da Lua, no horário local das 8h30min. Para que todos acompanhassem, a atividade foi organizada de tal forma que enquanto imagens da Lua fossem gravadas no Observatório Capitão Parobé pelo Prof. Ten Bruscato, alunos, professores e outros membros integrantes do CMPA, sob a orientação do Prof. Gomes, pudessem acompanhar as transmissões ao vivo pela NASA TV no Salão Brasil projetadas no telão.
Alguns minutos antes do impacto da sonda a Lua se posicionou muito rente ao horizonte nordeste de Porto Alegre. Com isto, a claridade do dia somada ao nevoeiro local originado pelo Lago Rio Guaíba prejudicou a tomada de imagens que gostaríamos de ter feito.
Porém, acreditamos ter sido um sucesso o acompanhamento da aproximação da sonda contra a Lua assistida por 93 integrantes, entre alunos e professores. À medida que as imagens iam acontecendo, o Prof. Gomes ia comentando os acontecimentos e explicando os diversos procedimentos para se lançar objetos em órbita e o propósito da missão. Não faltou nem o relato do Prof. Ten Bruscato diretamente do Observatório via telefone celular acoplado ao microfone do auditório. Os comentários foram enriquecidos pelas perguntas que os alunos formularam à medida que dúvidas surgiram.
Em resumo, a missão do LCROSS, que iniciou com o lançamento do sistema ainda em 18 de junho deste ano, era de arremessar contra o pólo sul lunar um petardo de cobre de quase 2400kg para que fragmentasse o solo lunar e espalhasse a poeira para ser analisada por uma sonda, que após penetrar a poeira que se elevou a mais de 100km de altura, também se espatifou contra aquela superfície. A velocidade de impacto do petardo contra o solo lunar estava avaliada em 9000km/h! Das informações enviadas para a NASA pela sonda antes de se espatifar deve vir a comprovação ou não da existência de água na Lua, o que, em caso positivo, pode permitir a organização de colônias de humanos naquele satélite num futuro próximo. Com isso a Lua pode transformar-se numa espécie de porto lançador de outras expedições interplanetárias.
Aproveitamos este espaço para elogiar o sistema de multimidia que foi instalado no Salão Brasil, que funcionou impecavel e confortavelmente para todos, permitindo um bom aproveitamento das exposições.

Oficiais do CMPA visitam o Observatório Astronômico Capitão Parobé

Com o objetivo de integrarmos mais as atividades do Observatório Capitão Parobé com a comunidade do Colégio Militar de Porto Alegre, estamos a partir desta semana promovendo visitas periódicas do corpo de integrantes do Colégio ao Observatório. O primeiro grupo a nos visitar era constituído por Oficiais do Colégio na noite de 08 de outubro de 2009, que, aliás, nos apresentou um céu muito limpo, bastante frio, com Júpiter reinando em destaque na abóbada celeste. O Prof. Ten Bruscato palestrou para os visitantes sobre muitos assuntos, desde o histórico do Observatório, sua relação com o Clube de Astronomia e o Laboratório de Física, até a constituição e funcionamento de um telescópio. E, como não poderia deixar de ser, todos observaram Júpiter e seus satélites através da ocular do aparelho! Estrelas duplas e alguns aglomerados foram também as vedetes da noite.
Compareceram ao local o Sr. Comandante do CMPA, Cel Cav Paulo Contieri, Sra. Ana Cristina Contieri, Caroline Contieri, Maj Márcio Robero Amaro, Sra. Raquel M. S. Amaro, Julia Stocchero Amaro, Felipe Stocchero Amaro, Ten Petúlia Pazini de Oliveira, Srta. Jane Saldanha Reginato, Adriano Basso e o Sub Ten Iltair Diehl.
Durante as próximas semanas outros grupos de integrantes do CMPA subirão ao Morro Santa Teresa para também visitar o Observatório Capitão Parobé.

Alunos do Curso Noturno de Licenciatura em Geografia da UFRGS visitam CMPA

Na segunda-feira, dia 5 de outubro de 2009, alunos do Curso Noturno de Licenciatura da UFRGS visitaram o Colégio Militar de Porto Alegre na intenção de conhecer o Observatório Capitão Parobé. Porém, o temporal que se abateu em Porto Alegre no horário combinado de subirmos para o Morro Santa Teresa impediu que fosse organizada qualquer atividade naquele local. Em vista disso, o Prof. Ten Bruscato manteve o grupo nas dependências do Laboratório de Física do CMPA, onde promoveu uma visita orientada com palestra, abordando os seguintes aspectos:

1. Retrospectiva histórica do Observatório Capitão Parobé, qual a sua destinação e projeção de atividades futuras.

2. Descrição das atividades desenvolvidas no Clube de Astronomia do CMPA, com ênfase nos alunos classificados para Olimpíadas de Astronomia.

3. Demonstração de softwares livres para simulação do céu.

4. Exposição do site do CMPA e do blog do Clube de Astronomia do CMPA, com indicação de livros, revistas, sites e atividades de interesse astronômico.

5. Explicação sobre funcionamento de telescópios, binóculos e implicação do tamanho e qualidade destes instrumentos na observação do céu.

Nos visitaram, além da professora Ivaine maria Tonini, os alunos: Nestor A. Kaercher, Janderson Alex de Oliveira Gonçalves, Talita Rondon Herechuk, Michel Willian Castro dos Santos, Hugo César Philipp, Cristiano Machado D'Araújo, Wagner G. da Silva, Guilherme Oliveira Guerizoli e Lucas Guilardi da Silva.

sábado, 3 de outubro de 2009

GALERA OLHA ESSA IMAGEM

A foto acima nos mostra a Via Láctea, nossa galáxia, numa vista panorâmica, tal como podemos ver a olho nu de um local bastante escuro, sem poluição luminosa. Nas outras fotos temos uma visão com zoom da região central da Via Láctea tal como se pode observar com um telescópio amador e depois com um telescópio muitíssimo mais potente. VALE A PENA VER!!

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Lua e Júpiter marcam encontro sobre o pátio do CMPA


Na noite de 29 de setembro presenciamos um fenômeno celeste muito bonito: a aproximação aparente de Júpiter e a Lua. No horário exato das 21h09min, a Lua e o planeta Júpiter eram vistos no céu separados em 30°, estando Júpiter mais ao sul em relação à Lua. Nossa equipe começou a se organizar já na tarde desse mesmo dia. No centro do pátio do Colégio colocamos à disposição duas câmeras de 35 mm (uma Prátika e uma Zenith) uma câmera digital Olympus, um telescópio Vasconcelos de 67mm de abertura, espelho e um goniômetro, além de muito chimarrão e fatias de bolo cedidos pelo pessoal do rancho do CMPA. No início da noite estava muito frio, pois ventava um pouco. Mais ao final da atividade, que culminou pouco antes das 22h00min, o vento diminuiu, diminuindo também a sensação de muito frio. Fizemos muitas fotos, tanto com câmeras de película quanto com câmera digital. Porém, o equipamento não era muito eficiente. Na foto acima vemos a torre central do CMPA, a bandeira do Brasil iluminada e no alto a Lua com Júpiter, um pequeno ponto branco acima aparecendo muito fraco (com um pouco de esforço você poderá localizá-lo). Sugestão: clique o mouse na foto e veja a imagem ampliada.
Participaram da atividade os professores Gomes, Bruscato, Paim e Zili, bem como o aluno Mosyah e o ex-aluno Leandro Tavares Bruscato. No início das atividades compareceram também a Sgt Carla, seu marido e suas filhinhas.

Alunos do CMPA caçam asteróide


Para quem pensa que o Clube de Astronomia do CMPA é apenas uma reunião para assistirmos filmes, vídeos e contarmos histórias, mostramos aqui algumas imagens dos alunos ativamente procurando asteróides no céu. Essa atividade é realizada em sala-de-aula utilizando imagens de uma mesma região do céu tomadas em datas diferentes. Foram fornecidos para cada aluno quatro imagens do céu, da região de Capricornus, nas datas de 30 e 31 de agosto e 1 e 2 de setembro. As imagens são apresentadas em negativo do céu, isto é, com o fundo do céu na cor branca e as estrelas em cor preta. Analisando as imagens concomitantemente, os alunos devem descobrir "pontos" que mudam de lugar nessas datas. A partir da identificação desses pontos, verifica-se a regularidade dos deslocamentos. Os deslocamentos são medidos em segundos de arco, a partir de uma escala que é fornecida na própria imagem. Com uma régua e fazendo a conversão de centímetro em segundos de arco, descobre-se o período de translação do asteróide.
O Clube de Astronomia do colégio Militar de Porto Alegre tem suas atividades regulares ocorrendo no Laboratório de Física nas quartas-feiras nos seguintes horários: Alunos de Sexto, Sétimo e Oitavo Anos, do Ensino Fundamental, das 14h00min às 15h00min; alunos de Nono Ano do Ensino Fundamental e alunos do Ensino Médio, das 15h00min às 16h00min. Além desses encontros regulares, podem acontecer (como acontece seguidamente) alteração dos horários para assistirmos a um filme com o grupo completo, irmos ao Observatório, fazermos atividades noturnas, etc.

Equinócio de Primavera de 22/09/2009


Como já é de hábito acontecer, o Clube de Astronomia do Colégio Militar de Porto alegre, sob a coordenação dos professores Gomes, Paim, Bruscato e professora Gravina, trabalhou em mais uma atividade no dia do equinócio de primavera deste ano, em 22 de setembro. Recapitulando, no equinócio de outono, em 20 de março, participamos de um evento internacional, quando medimos o comprimento da sombra projetada pelo Sol ao meio-dia. Essa medida foi feita em diferentes lugares do Brasil e da América do Sul. Agora, aproveitando novamente um equinócio, desenhamos no pátio do Colégio uma seta amarela sobre a linha meridiana local. Essa seta indica a direção norte-sul para quem se situa no pátio. Como estamos no hemisfério sul, achamos que, ao invés de desenharmos a seta apontando para o norte, seria melhor desenhá-la apontando para o sul, pois é esse polo celeste que é visível para nós, a uma alutra de 30° em relação ao ponto cardeal Sul. Muitos alunos não puderam participar do evento, visto que nos encontrávamos em véspera de semana das Avaliações de Estudo (AE) e muitos professores ainda estavam completando seus trabalhos através das Avaliações Parciais (AP). Como foi um evento aberto no pátio, muitos outros alunos, participantes ou não do Clube, se integraram na atividade.

A linha meridiana de um local determina os pontos cardeais Norte e Sul astronômicos e pode não coincidir com os polos norte e sul magnéticos de uma bússola. À diferença angular entre a direção norte-sul astronômica e a direção norte-sul magnética nós denominamos de declinação magnética. De acordo com informação do Dicionário Livre de Geociências, a declinação magnética de Porto Alegre em 01/01/2007 era de 15°12'W com variação anual de 12'W. Em outras palavras, em Porto Alegre uma bússola aponta apara a direção norte-sul magnética com diferença de 15° para a esquerda em relação à direção norte-sul "verdadeira" astronômica.

Nossa intenção era pintar várias linhas meridianas no pátio do Colégio, mas exatamente na hora em que pintávamos a primeira seta . . . choveu! E, acreditem, choveu somente o tempo suficiente para nos espantar do local de trabalho. Guardamos o equipamento, fomos almoçar e chuva . . . nunca mais naquele dia. Mas após as AEs reiniciaremos a atvidade pintando as outras linhas que faltam, conforme nosso projeto inicial. Portanto, mais atividade vem pela frente.

sábado, 26 de setembro de 2009

Homenagem e agradecimento


É muito comum participarmos de eventos, organizações, encontros e outra atividades e repararmos o quanto as mesmas funcionam bem ou não. Porém, nem sempre temos consciência de que por trás de uma organização temos pessoas que colaboram silenciosamente, anonimamente, para o pleno funcionamento das mesmas. É o caso do Observatório Capitão Parobé. Todos sabemos das dificuldades que ainda encontramos, passados sete anos, desde sua inauguração em 26 de novembro de 2002, pois não dispomos de banheiros, pias, um ambiente para aquecermos um café, um chá ou mesmo prepararmos um chimarrão. Na época em que o teto não estava funcionando, vimos o 2° Ten Bruscato subindo nas estruturas e puxando ou empurrando o teto com as próprias mãos; vemos os grupos sendo levados regularmente, apesar do frio e da falta de água para beber nas noites quentes. Mas também já vimos, ao chegarmos lá, que tínhamos um chimarrão esperando, café quente em uma garrafa térmica e até a disponibilidade dos banheiros do 1º CTA. E não foi diferente na noite do dia 01 de setembro, quando lá nos encontrávamos com o segundo grupo de professores e alunos que participavam do 10 ENPEG: quando menos esperávamos, naquela noite fria, chuvosa, apareceu um sujeito todo encharcado embaixo de um guarda-chuva, carregando num dos braços café, chimarrão e bolachas! Era o Sub Ten Com ILTAIR DIEHL! O subtentente Iltair é o chefe da estação rádio fixa seccional do 1° CTA, que merece não só nosso elogio público, mas também todo nosso agradecimento. Para quem já esteve no Observatório, já viu quando ele entrou com chimarrão e café em outras ocasiões também. Para alguns, ele só tem um defeito: ser gremista! Porém, em compensação, para outros, é sua maior virtude. Abraços, sub, de toda equipe do CMPA!

X Encontro Nacional de Prática de Ensino de Geografia

Os Encontros Nacionais de Práticas de Ensino em Geografia – ENPEG – são organizados regularmente a cada biênio desde 1985. Entre 30, 31 de agosto e 01 e 02 de setembro de 2009, foi realizado em Porto Alegre, no Campus Central da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o X ENPEG. Tendo como participante na organização do evento o Prof. Ms. Márcio Fenilli, este conseguiu que o Colégio Militar de Porto Alegre, nesta edição de 2009, também tivesse utilizadas suas dependências para a realização de diversas oficinas. O Ensino de Geografia e suas Composições Curriculares era a temática geradora para problematizar questões referentes a inclusões sociais, práticas de ensino, livro didático, projeto de sociedade, escola contemporânea, formação docente, aprendizagens, através de conferências, mesas redondas, e grupos de diálogos. Em dois momentos, no dia 31 de agosto e no dia 02 de setembro, dois grupos de professores participantes do Encontro, provenientes de diversos estado do Brasil, conheceram as dependências do Observatório Astronômico Capitão Parobé, à noite. O primeiro grupo, da segunda-feira, dia 31 de agosto, encontrou um céu maravilhosamente limpo, quando então participaram de uma sessão de exploração das constelações e estrelas visíveis, com e sem aparelho, sob a orientação dos professores do CMPA, Gomes e Bruscato.
Porém, o grupo do dia 01 de setembro não teve a mesma felicidade, pois o Observatório teve que manter seu teto fechado devido à quantidade de chuva que "derramava" no período. Mas mesmo assim foi uma noite maravilhosa, onde houve muita troca de experiências, relatos e demonstração de como funciona o telescópio, o Clube de Astronomia e o Colégio como um todo.
Participaram da primeira noite: Denise de Almeida (professora, UFRGS, RS), Manuela Pereira de Almeida Pinto (professora, Viçosa, MG), Larissa A. Medrado de Oliveira (estudante, Três Lagoas, MS), Francisco José Avelino Junior (professor, UFMS, MS), Elenilda de L. Rebouças (professora, UERR, RR), Flavio Paes Sossoloti (estudante, Três Lagoas, MS), Maria Fernanda Parecis Silva (estudante, Três Lagoas, MS), Janaina Almeida da Costa Silva (professora, Teresópolis, RJ), Raimundo Lenilde de Araujo (professor, UFPI, PI), Raquel Bezerra Henales (estudane, UFMS, MS), Waldilia Neves Dutra de Freitas (estudante, UFMS, Três Lagoas, MS), Rafael Honorato Clemente (estudante, UFMS, Três Lagoas, MS), Cristiano Martinelli da Silva (estudante, UFMS, Três Lagoas, MS), Lilian Carolina da Silva (estudante, UFMS, Três Lagoas, MS),Mariana Santos Lemes (estudante, UFMS, Três Lagoas, MS),Tânia Maria Serra Barbosa (professora, Boa Vista, RR).
Participaram da segunda noite, chuvosa: Suellen Cristina de Souza Lima (estudante, Juiz de Fora, MG), Ana Luis da Costa (estudante, Juiz de Fora, MG),Francisco Eduardo Gonçalves (professor, Natal, RN), Margarida C. de Santana (professora, Niterói, RJ), Marina Bellorio (professora, Rio de Janeiro, RJ), Thamara de Souza Moraes (professora, Nova Friburgo, RJ), Erineide da Cosa e Silva (professora, Natal, RN), José Cassimiro Felipe (professor, Natal, RN), Jorge Luiz Moreira Rodrigues (estudante, Tanguá, RJ), Jefferson Justino Soares (estudante, Petrópolis,RJ), Eduardo Margarit (estudante, Rio de Janeiro, RJ)

III Encontro Estadual de Ensino de Física - III EEEFis

Nas datas entre 20 e 22 de agosto de 2009, aconteceu nas dependências do Instituto de Física, Campus do Vale, UFRGS, Av. Bento Gonçalves, 9500, Bairro Agronomia, Porto Alegre, o III Encontro Estadual de Ensino de Física, III EEEFis, numa jornada diária que iniciava às 08h30min e terminava lá pelas 17h30min. O encontro é anualmente promovido pelo Instituto de Física da UFRGS e dele participam professores e alunos de graduação de diferentes localidade do estado do Rio Grande do Sul. O Colégio Militar de Porto Alegre estava representado pelo professor 2° Ten Gentil Cesar BRUSCATO, que também é aluno do Mestrado Profissionalizante em Ensino de Física, na UFRGS. E como não poderia deixar de acontecer, na noite de 21 de agosto um grupo de participantes do evento visitou o Laboratório de Física do Colégio e o Observatório Astronômico Capitão Parobé, onde tomou conhecimento das atividades que são desenvolvidas nos dois ambientes com os alunos do Ensino Médio e Fundamental, tanto no currículum regular, quanto no Clube de Astronomia. Foi uma noitada de muita atividade, onde os visitantes tomaram conhecimento do acervo experimental do Laboratório, realizaram experiências com o equipamento que se encontrava disponibilizado sobre as mesas (naquela semana os alunos da Segunda Série do Ensino Médio estavam realizando experimentos de óptica); depois, no Observatório, a observação do céu foi um deleite!
Compareceram ao Laboratório e ao Observatório, além dos professores Bruscato e Gomes, do CMPA, os seguintes visitantes: Marcel Leonel Jorge (professor, Passo Fundo), Emanuel Cesar Pimentel (aluno de graduação, Passo Fundo), Paulo A. P. Matte (aluno de graduação, Passo Fundo), Nadejda A. M Monteiro (aluna de graduação, Passo Fundo), Ana Julia Wulfing (aluna de graduação, Porto Alegre), Rejane Kraemer Kirchner (aluna de graduação, Augusto Pestana), Sonia Maria Silva Santos (aluna de graduação, Rio Grande), Jeferson Gonçalves (aluno de graduação, Rio Grande), Letícia Gabriela Lorenson (aluna de graduação, Passo Fundo).

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Nesta quarta, 12 de agosto, acontecerá um fenômeno importante no céu. É a chuva de meteoros perseideas. Será possível acomphar a vista desarmada a chuva de meteoros na constelação de Perseus, por isso o nome de Perseida. Os meteoros observados nessa chuva são fragmentos do cometa Swift-Tutlle. Quando a Terra cruza este rastro deixado no espaço ocorre a chamada chuva de meteoros. A Terra irá cruzar o rastro dos perseídas de 16 de julho a 25 de agosto, sendo o máximo de meteoros observados (aqueles que atingem a atmosfera da terra) no dia 12 de agosto as 22h. Espera-se uma taxa de 80 meteoros por hora. Para ver a chuva de meteoros, é necessário que você se localize e olhe para o céu na direção Norte. O melhor local para observação é um local escuro livre de luzes muito fortes.

Nome latino: Perseus
genitivo latino: Persei
abreviação: Per
significado do nome: "Perseu" (Perseus é um herói da mitologia grega era filho de Zeus com Danae (Danaos o nome dos gregos); e que munido de um escudo e sua espada matou a monstruosa Medusa, que transformava homens em pedra).

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Uma belíssima curiosidade!


Para quem gosta de coincidências numéricas, o professor Paim nos brindou com a seguinte seqüência que contempla a data de hoje (segundo fonte da internet, sem origem definida!), a qual transformamos em uma charada. Escreva num papel, na seguinte ordem, através de algarismos, o seguinte horário: doze horas, trinta e quatro minutos e cinquenta e seis segundos do dia sete de agosto de 2009. Nesse preciso momento, a estrela beta-Carinae, Miaplacidus, se encontra exatamente sobre o meridiano local de Porto Alegre. Ficamos no aguardo de resposta!

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

A Estação Espacial nos céus de Porto Alegre nos póximos dez dias

ISS - All Passes | Home | Info. | Orbit | Prev. | Next |

Search Period Start: 00:00 Wednesday, 05 August, 2009
Search Period End: 00:00 Saturday, 15 August, 2009
Observer's Location: Porto Alegre - CMPA ( 30.0390°S, 51.2133°W)
Local Time: Eastern Brazil Standard Time (GMT - 3:00)
Orbit: 344 x 354 km, 51.6° (Epoch 03 Aug)

Dê um clique com o rato sobre a data para ver o trajeto da ISS sobre o mapa.Observe que em alguns dias ela passa duas vezes num intervalo de uma hora!

Date Starts Max. Altitude Ends
Time Alt. Az. Time Alt. Az. Time Alt. Az.
05 Aug 04:10:41 10 S 04:12:19 14 SE 04:13:57 10 ESE
05 Aug 05:44:59 10 WSW 05:47:40 31 NW 05:50:16 10 NNE
05 Aug 20:32:19 10 NW 20:35:15 78 NE 20:38:13 10 SE
06 Aug 04:34:50 10 SSW 04:37:46 50 SE 04:40:34 10 ENE
06 Aug 19:23:23 10 N 19:25:25 17 NE 19:27:27 10 E
06 Aug 20:58:07 10 W 21:00:31 22 SW 21:02:56 10 SSE
07 Aug 03:25:44 10 S 03:27:32 15 SE 03:29:20 10 ESE
07 Aug 05:00:14 10 WSW 05:02:50 28 NW 05:05:23 10 N
07 Aug 19:47:29 10 NW 19:50:26 88 NE 19:53:24 10 SE
08 Aug 03:49:59 10 SW 03:52:52 56 SE 03:55:46 10 NE
08 Aug 18:38:23 10 N 18:40:33 19 NE 18:42:44 10 E
08 Aug 20:13:23 10 W 20:15:42 20 SW 20:18:02 10 SSE
09 Aug 02:40:47 10 S 02:42:43 16 SE 02:44:39 10 E
09 Aug 04:15:28 10 WSW 04:17:58 25 NW 04:20:26 10 N
09 Aug 19:02:37 10 NW 19:05:35 83 SW 19:08:33 10 SE
10 Aug 03:05:07 10 SW 03:08:00 63 SE 03:10:55 10 NE
10 Aug 17:53:22 10 N 17:55:38 21 NE 17:57:59 10 ESE
10 Aug 19:28:36 10 W 19:30:50 19 SW 19:33:05 10 S
11 Aug 01:55:48 10 S 01:57:51 17 SE 01:59:54 10 E
11 Aug 03:30:40 10 WSW 03:33:04 23 NW 03:35:27 10 N
11 Aug 18:17:44 10 NW 18:20:41 74 SW 18:23:39 10 SE
12 Aug 02:20:12 10 SW 02:23:06 71 SE 02:26:02 10 NE
12 Aug 17:08:19 10 N 17:10:44 23 NE 17:13:09 10 ESE
12 Aug 18:43:49 10 W 18:45:56 18 SW 18:48:05 10 S
13 Aug 01:10:47 10 S 01:12:57 18 SE 01:15:07 10 E
13 Aug 02:45:50 10 WSW 02:48:08 21 NW 02:50:25 10 N
13 Aug 17:32:48 10 NW 17:35:45 66 SW 17:38:42 10 SE
14 Aug 01:35:15 10 SW 01:38:09 79 SSE 01:41:06 10 NE
14 Aug 16:23:16 10 N 16:25:46 25 NE 16:28:17 10 ESE
14 Aug 17:58:59 10 W 18:01:00 17 SW 18:03:02 10 S


Developed and maintained by Chris Peat, Heavens-Above GmbH
Please read the updated FAQ before sending e-mail.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Galileu Teacher Training Project (GTTP) 2009


Na sexta-feria passada, 24 de julho de 2009, o Prof. Gentil Cesar BRUSCATO, concluiu sua participação no evento "ENCONTROS COM O UNIVERSO", promovido pelo Instituto de Física da UFRGS e o Planetário José Baptista Pereira. O Encontro foi ofertado e dirigido para professores do ensino básico, estudantes do ensino superior e pessoas interessadas em astronomia com Ensino Médio completo. Nas datas de 20 e 21 aconteceu o curso de extensão "Explorando o Universo"; nos dias 22, 23 e 24 aconteceu o workshop "Programa de Treinamento de Professores Galileu" (Galileu Teacher Training Project - GTTP - 2009), onde, além do Prof. Bruscato, participaram professores de várias as partes do mundo. E como já havíamos noticiado antes (24/07/2009) o evento terminou com uma visita ao Observatório Capitão Parobé.
Desse evento, o Prof. Bruscato trouxe muitas novid
ades e grandes projetos de pesquisa em astronomia voltados para a educação básica e fundamental, que incluem a nossa participação.
Além disso, acabamos nos incluindo no mapa mundial do GTTP, do Googlemaps, tornando-nos um polo de referência como Clube de Astronomia, entre tantas escolas e universidades espalhadas pelo mundo.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

É tempo de ver a Estação Espacial Internacional (ISS) e planetas


A Estação Espacial Internacional (International Space Station, ISS) estará cruzando os céus de Porto Alegre nas datas e horários listados na tabela abaixo. Como interpretar a tabela? Na data escolhida, a magnitude (Mag.) significa a intensidade do brilho. Quanto mais negativa a magnitude, mais brilhante é o astro (por exemplo, a estrela Sirius, alfa-Canis Majoris, tem magnitude -1,09 e a "Intrometida", epsilon-Crux, do Cruzeiro do Sul, tem magnitude +3,58). A coluna seguinte mostra o horário (Time) em que inicia (Starts) o aparecimento e sua altura (Alt.), em graus, no céu em relação ao horizonte e em qual ponto do azimute (Az.), sudoeste (SW), nordeste (NE), etc. A última coluna, também dividida em outras três colunas, mostra o horário do desaparecimento (Ends), a altura e o azimute.

Tabela (http://www.heavens-above.com)

DateMagStartsMax. altitudeEnds
TimeAlt.Az.TimeAlt.Az.TimeAlt.Az.
30 Jul-0.306:26:5210SSE06:27:5511SE 06:28:5810SE
31 Jul-2.006:49:5710SSW06:52:4337SE 06:55:2710ENE
1 Aug-0.305:40:4610SSE05:41:5212SE 05:43:0510ESE
2 Aug-2.206:04:4217SSW06:06:3639SE 06:09:2110ENE
3 Aug-2.606:28:4413WSW06:31:0236NW 06:33:4410NNE
4 Aug-1.405:21:2030E 05:21:2030E 05:23:1110ENE
5 Aug-2.005:45:3129NNW05:45:3129NNW05:47:2710NNE

Para quem gosta, ou tem obrigação, de acordar cedo, um espetáculo se apresenta no céu. Até as 7h10min, mais ou menos, poderemos encontrar no céu Vênus, Marte e Júpiter alinhados. Após esse horário a claridade do dia irá se sobrepor aos brilhos dos astros. Vênus e Júpiter são muito fáceis de ver: são dois faroletes brilhantes no céu! Vênus (m = -4,0) é visível mirando-se o azimute NE, a 25° de altura; Júpiter (m = -2,8) encontra-se no azimute W a quase rente ao horizonte, a 7° de altura. Marte se encontra à esquerda de Vênus, separado em 14,5° (a largura da palma da mão mais a largura dos dedos indicador, médio, anular e mínimo da mão, juntos, com o braço esticado) com brilho bem menor e amarelado (m = +1,1). Acima de Marte, formando um triângulo com este e Vênus, encontramos uma estrela amarelada, Aldebarã, de Taurus, um pouco mais brilhante (m = +0,75) que Marte.
Para quem não gosta de acordar cedo com esse frio que anda fazendo, ate as 21h00min é possível enxergar na direção W Saturno (m = +1,1) em direção diametralmente oposta à de Júpiter (que nesse horário está nascendo em E). Não tem como errar: Júpiter é o objeto mais brilhante que possa aparecer no leste.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Comitiva visita Observatório Capitão Parobé


Como já havíamos anunciado em postagem de 15 de julho passado, está se realizando, entre as datas entre 20 e 29 de julho, em Porto Alegre, o evento
"ENCONTROS COM O UNIVERSO", promovido pelo Instituto de Física da UFRGS e o Planetário José Baptista Pereira. O Encontro é aberto para professores do ensino básico, estudantes do ensino superior e pessoas interessadas em astronomia com Ensino Médio completo. Nas datas de 20 e 21 aconteceru o curso de extensão "Explorando o Universo"; nos dias 22, 23 e 24 acontece o workshop "Programa de Treinamento de Professores Galileu"; e nos dias 27, 28 e 29 acontecerá a conferência "Global Hands On Universe 2009".
Com grata surpresa, na noite de ontem, 23 de julho de 2009, tivemos a honra de recebermos no Observatório Capitão Parobé, uma comitiva de 15 visitantes participantes do workshop. A visita ao Observatório do CMPA acabou sendo a última atividade do dia incluída no programa do workshop, sob a coordenação do professor do Colégio Militar de Porto Alegre, Gentil César Bruscato com assessoria de operação do telescópio do mestrando em física da UFRGS Gustavo Malta Salerno e da Profa. Dra. Maria de Fátima Oliveira Saraiva, do Departamento de Astronomia da UFRGS.
Apesar do frio intenso da noite, a participação dos visitantes estava bastate acalorada, muito festiva, visto que a maioria dos participantes é procedente das regiões boreais do nosso planeta. Portanto, a observação das constelações austrais, sob a orientação do Prof. Ms Luiz Carlos Gomes, também do Colégio Militar de Porto Alegre, foi uma verdadeira descoberta e um encanto para todos,

quarta-feira, 15 de julho de 2009

ENCONTROS COM O UNIVERSO


Nas datas entre 20 e 29 de julho acontecerá em Porto Alegre o evento "E
NCONTROS COM O UNIVERSO", promovido pelo Instituto de Física da UFRGS e o Planetário José Baptista Pereira. O Encontro é aberto para profesores do ensino básico, estudantes do ensino superior e pessoas interessadas em astronomia com Ensino Médio completo. Nos dias 20 e 21 acontecerá o curso de extensão "Explorando o Universo"; os dias 22, 23 e 24 estão reservados para o workshop "Programa de Treinamento de Professores Galileu"; nos dias 27, 28 e 29 acontecerá a conferência "Global Hands On Universe 2009". Veja informações sobre as inscrições aqui.

domingo, 12 de julho de 2009

Você consegue decifrar esta mensagem?????????



A edição de hoje do Astronomy Picture of the Day (APOD). Veja se você é capaz de decifrá-la!

Chamada Cósmica para a Vizinhança Estelar
Créditos &
Copyright: Yuvan Dutil & Stephane Dumas

Explicação: Se nós, terráqueos, recebêssemos esta mensagem proveniente dos confins do espaço, seríamos capazes de decodificá-la? A equipe do projeto Cosmic Call enviou a imagem acima, a primeira página de uma mensagem muito mais longa ainda. A mensagem foi rádiodirecionada para as estrelas locais utilizando-se um grande radiotelescópio durante o verão de 1999. Outra mensagem foi enviada em 2003. O telescópio que enviou as mensagens tem um diâmetro de 70 metros e está locallizado na Ucrânia, na península da Criméia, perto de Yevpatoria. Esta primeira página da Chamada Cósmica 1999 é constituída somente de números e é mais fácil de decodificar que a mais famosa mensagem transmitida em direção ao aglomerado estelar M13 em1974. (Aqui você encontra a solução!)


sábado, 11 de julho de 2009

Há 40 anos astronautas americanos pisavam no solo lunar em nome da humanidade


Em homenagem aos 40 anos da chegada dos astronautas americanos no solo lunar, agora em julho vai ter um programa na Globo News (canal 40 da NET) sobre esse feito. Serão três episódios. Mais explicações e vídeos sobre o programaestão no blog:

http://especiais.globonews.globo.com/ohomemnalua/

Pelo que consta, o primeiro episódio inicia no próximo domingo, dia 12/07/2009, às 23h00min e os outros episódios serão transmitidos nos próximos dois domingos (19/07 e 26/07, respectivamente). Nas semanas que se seguem a esses domingos, os programas serão reprisados nos seguintes horários:

Segunda-feira: 03h30min, 11h30min, 17h30min
Terça-feira: 05h30min
Sábado: 14h30min

A edição de domingo, 12/07/2009, de Zero Hora traz um encarte especial sobre esse feito, que pode ter sua ilustração completada acessando o endereço


(Colaboração da aluna ALICE Lacerda Godzienski, turma 202)

sábado, 4 de julho de 2009

É tempo de ver a Estação Espacial Internacional (ISS) e planetas

A Estação Espacial Internacional (International Space Station, ISS) estará cruzando os céus de Porto Alegre nas datas e horários listados na tabela abaixo. Como interpretar a tabela? Na data escolhida, a magnitude (Mag,) significa a intensidade do brilho. Quanto mais negativa a magnitude, mais brilhante é o astro (por exemplo, a estrela Sirius, alfa-Canis Majoris, tem magnitude -1,09 e a "Intrometida", epsilon-Crux, do Cruzeiro do Sul, tem magnitude +3,58). A coluna seguinte mostra o horário (Time) em que inicia (Starts) o aparecimento e sua altura (Alt.), em graus, no céu em relação ao horizonte e em qual ponto do azimute (Az.), sudoeste (SW), nordeste (NE), etc. A última coluna, também dividida em outras três colunas, mostra o horário do desaparecimento (Ends), a altura e o azimute.

DateMagStartsMax. altitudeEnds
TimeAlt.Az.TimeAlt.Az.TimeAlt.Az.
4 Jul-3.417:58:4810SW 18:01:4771SE 18:04:4310NE
5 Jul-0.418:23:4710WSW18:26:1022NW 18:28:3110N
9 Jul-0.407:14:0310N 07:16:2924NE 07:18:5610ESE
11 Jul-0.806:27:3610N 06:30:0526NE 06:32:3510ESE
12 Jul-3.306:51:2810NW 06:54:1956SW 06:57:1210SE
13 Jul-1.205:41:5616N 05:43:3527NE 05:46:0710ESE

Para quem gosta, ou tem obrigação, de acordar cedo, um espetáculo se apresenta no céu. Até as 7h10min, mais ou menos, poderemos encontrar no céu Vênus, Marte e Júpiter alinhados. Após esse horário a claridade do dia irá se sobrepor aos brilhos dos astros. Vênus e Júpiter são muito fáceis de ver: são dois faroletes brilhantes no céu! Vênus (m = -4,1) é visível mirando-se o azimute NE, a 30° de altura; Júpiter (m = -2,7) encontra-se no azimute W a quase 40° de altura. Marte se encontra à esquerda de Vênus, separado em 4° (a largura dos dedos indicador, médio, anular e mínimo da mão, juntos, com o braço esticado) com brilho bem menor e amarelado (m = +1,1).


quarta-feira, 1 de julho de 2009

Aquisição de equipamentos pelo Observatório Capitão Parobé

Na data de ontem, 30 de junho de 2008, recebemos via SEDEX pelos Correios mais um equipamento adquirido para o telescópio do Observatório Capitão Parobé. Sob orientação e assessoria do físico e astrônomo da UFRGS Gustavo Malta Salerno, adquirimos da empresa Astroshop um conjunto de três oculares (uma Super View Wide Field 15mm, uma Super Plossi 9mm e uma ocular de projeção fotográfica de 40mm) e da Paraquedas Importação e Comércio Ltda dois kits de limpeza de lentes. O custo da compra foi de R$ 636,10, importância essa financiada pelo CNPq. Lembramos que com verba também financiada pelo CNPq em 13 de maio adquirimos um computador para gerenciar o telescópio. O computador, equipado com HD de 1 Terabyte, 4 Gigabyte de memória RAM e com operação simultânea em dois monitores Fletron, foi montado por nossa solicitação com exclusividade pela empresa Linkware Informática, de Porto Alegre ao custo de R$ 3.299,67.
O Observatório Capitão Parobé no ano passado, através do professor Luiz Carlos GOMES, participou de concurso do Edital MCT/CNPq/SECIS nº 63/2008 - Popularização da Astronomiajunto ao CNPq, PROGRAMA ESPECIAL DE DIFUSÃO E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, e foi contemplado com uma verba de custeio no valor de R$ 10.000,00 e de manutenção de R$ 10.000,00.
Com essa quantia, estamos complementando e implementando o equipamento auxiliar do telescópio, bem como patrocinando assessorias e manutenções diversas.