Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé tem logotipo!

 


Reinaugurado o Observatório Capitão Parobé do CMPA

No dia 1 de dezembro de 2011 foi reinaugurado o Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre. A cerimônia contou com a presença do Gen Div Roberto Fantoni Saurin, Comandate da 3ª. Região Militar, do Gen Bda Roberto Junghton, Chefe do Estado Maior do Comando Militar do Sul, que foram recepcionados pelo Comandante do CMPA Cel Cav Antonio Augusto José De Souza, Prof. Dr. Horácio Dottori, representante do Departamento de Astronomia do Instituto de Física da UFRGS, do Prof. Dr. Paulo Machado Mors, representante do Departamento de Física da UFRGS, oficiais militares, professores e demais autoridades, alunos do Clube de Astronomia do CMPA e da Legião de Honra, e visitantes.
A reinauguração diz respeito à conclusão das obras de anexação da sala de controle, sala de palestras, banheiro e alojamento ao sítio de observação inaugurado em 26 de novembro 2002.
Durante a cerimônia de reinauguração autoridades e professores foram agraciados com a medalha Trompowski, condecoração esta que é concedida pelo Instituto dos Docentes do Magistério Militar a personalidades e entidades civis e militares que se destacaram pelos relevantes serviços prestados ao Magistério Militar e/ou à Educação no Sistema Colégio Militar do Brasil.

Demais imagens sobre a inauguração podem ser vistas em
https://plus.google.com/photos/107395750964874062320/albums/5681950135915320177?banner=pwa
e a cerimônia de entrega das medalhas em
http://www.cmpa.tche.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3698&Itemid=2&lang=

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Observatório Capitão Parobé participa do I VINUA em Nova Petrópolis, RS


Participação do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do CMPA na I VINUA (1ª Vigília Noturna Ufológica e Astronômica) promovida pelo MGU (Movimento Gaúcho de Ufologia), realizado nos dias 3 e 4 de dezembro de 2011 no município de Nova Petrópolis-RS.
Sempre focados na divulgação da ciência, em especial da Astronomia, e atendendo convite do MGU, feito pelo Prof. Odone, devidamente autorizado pelo comando do CMPA, o Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé apoiou a I VINUA, no tocante às questões astronômicas, com a participação do Prof. 1º Ten Bruscato  utilizando o telescópio Celestron de 8 polegadas CPC 800.Foram feitas observações de Júpiter e de quatro de suas 62 luas, da nebulosa de Órion, de Betelgeuse e da Lua que estava em quarto crescente.
Durante as observações foram ministradas orientações sobre fenômenos ópticos relativos à refração dos raios luminosos em nossa atmosfera, sobre a posição de planetas, de estrelas e de constelações, técnicas de observação de satélites artificiais, além de considerações e constatação da influência negativa que a poluição luminosa traz à observação do céu. O evento constou, na tarde de sábado, de palestra com definição de local e normas para observação que ocorreu desde as 08h30min de sábado até  01h30 min de domingo.