Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

sexta-feira, 19 de março de 2010

Alunos do Clube de Astronomia no Observatório Capitão Parobé


Na noite de ontem, entre 19h00min e 22h00min, os alunos do Clube de Astronomia do Colégio Miltiar de Porto Alegre participaram da primeira atividade do ano letivo de 2010 junto ao Observatório Capitão Parobé. Foi um período de ricas discussões em muita participação dos alunos em torno do telescópio, principalmente pelo fato que ao lá chegarmos o mesmo estava desmontado por ter sido usado na noite de quarta-feira, 17 de março, em Osório, RS. À medida que o mesmo foi sendo montado, os professores Luiz Carlos GOMES, Antonio Carlos PAIM e Gentil Cesar BRUSCATO, iam explicando a função de cada componente e os respectivos cuidados que devem ser tomados na  sua montagem e utilização regular.  Após a montagem, seguiram-se as atividades de alinhamento do eixo da montagem de da buscadora com o aparelho principal. Apesar da umidade do ar presente e do número de nuvens finas que eventualmente cobriam o céu, pudemos identificar todas as constelações da época à vista desarmada e observar com o aparelho o planeta Saturno, o planeta Marte, o sistema duplo de estrelas de alfa-centauri e o aglomerado Caixinha de Jóias. Participaram da atividade os alunos Selbach (105), Samersla (701), Martins (704), Pereira (705), Schimitt (702), Richelli (104), Vitória Jalowitzki (103), Redin (902), Guarienti (905), bem como, mais tarde, os pais Eliana e Marcos Samersla.

Telescópio do Observatório Capitão Parobé no Morro da Burússia

 
Na quarta-feira, 17 de março, levamos o telescópio do Observatório Capitão Parobé para o Morro da Borússia, em Osório, RS. A atividadade de observação do céu complementou a palestra proferida para os alunos dos cursos de licenciatura em Geografia e Pedagogia da Faculdade de Osório, FACOS, na quarta-feira, dia 10 de março, e a instalação da exposição "Paisagens Cósmicas" no saguão de entrada daquela mesma instituição de ensino superior. Aliás, evento noticiado em rádios e diversos jornais locais da imprensa escrita. Os animadores e orientadores da atividade foram os professores Luiz Carlos GOMES e 2º Ten. Gentil Cesar BRUSCATO. A atividade transcorreu, desde a instalação do telescópio, até o seu desmonte, das 19h00min até 22h30min, com a participação de mais de 60 alunos, professores e curiosos. Apesar do vento e do curto período de atividade, todos que participaram sairam maravilhados!

terça-feira, 16 de março de 2010

Aquisição de livros de astronomia pelo Clube de Astronomia do CMPA

Na data de ontem o Clube de Astronomia do CMPA, através do Observatório Capitão Parobé, adquiriu cinco exemplares de livros de astronomia para servirem de pesquisa local para diversos assuntos do ramo. São livros ricos em imagens do céu obtidas por diferentes telescópios do mundo todo, com textos fartos, tanto em português (de Portugal e do Brasil), quanto em espanhol e em inglês. As obras adquiridas com verba do CNPq foram:
  • RIDPATH, Ian. Astronomia. Guia Ilustrado Zahar. 2a. Edição. Rio de Janeiro: ZAHAR, 2008. 300 pág.
  • MORRISON, Ian & PENSTON, Margaret. Estrellas y Planetas. Guia de mapas celestes y cartas estelares para la observación del cielo nocturno. Barcelona: BLUME, 2008. 192 pág.
  • COUPER, Heather & HENBEST, Nigel. Encyclopedia of Space.London: DK, 2009. 304 pág.
  • ULLMANN, H.F. Astronomica. Elanora Heights, Australia: Millenium House Pty Ltd, 2007. 576 pág.
  • SPARROW, Giles. Cosmos. London: Quercus, 2007. 224 pág.

Astronomia na FACOS


Na quarta-feira, 10 de março, os professores Luiz Carlos Gomes e Gentil Cesar Bruscato, a convite da Faculdade de Osório, FACOS, em Osório, RS, compareceram naquele estabelecimento de ensino superior para montar a exposição "Paisagens Cósmicas e a Evolução da Vida no Universo", bem como proferir palestra, cujo título era "A percepção do Céu". Compareceram à palestra mais de sessenta alunos e professores do curso de Licenciatura em Geografia e do curso de Pedagogia, que participaram ativamente fazendo perguntas, apresentando dúvidas e interesse pelos fenômenos do céu à medida que a palestra transcorria tendo como plano de fundo e como objeto de interesse a projeção do software Stellarium. Após a palestra os expectadores, juntamente com os palestrantes, desceram ao saguão da faculdade para admirar a exposição que havia sido organizada previamente e ouvir explicações sobre as gravuras que lá estavam sendo apresentadas.
Após a atividade os professores foram conduzidos pelo professor Márcio Fenili até o alto do Morro da Borússia, ponto turístico da cidade, para sondar a possibilidade de na próxima quarta-feira, dia 17 de março, levar o telescópio Celestron CM1100, do Observatório Capitão Parobé, para uma sessão noturna de observação do céu com os alunos daquela faculdade.