Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

sexta-feira, 2 de março de 2007

De volta das Férias!


Eba! Cá estamos de novo, de volta das férias! Cheios de projetos, ansiosos por começar. Espero que neste ano de 2007 tudo aconteça dentro do previsto na nossa genda de projetos, eventos e atividades. Mas, também, preparemos nosso espírito para as frustrações, tão naturais nesta área, decorrentes do mau-tempo. Desde o dia 28 de fevereiro, reiniciamos nossos encontros semanais para cada grupo com uma hora de duração. Para tanto, os encontros foram organizados da seguinte maneira: quinta-série, nas segundas-feiras, das 14h00min às 15h00min; sexta e sétima séries, nas quartas-ferias, das 14h00min às 15h00min; oitava série, nas segundas-feiras, das 15h00min às 16h00min; ensino médio, nas sextas-feiras, das 14h00min às 15h00min. As observações sistemáticas do céu à noite também reiniciarão, com ou sem telescópio. Esperemos a programação que logo será enviada para cada um dos componentes do Clube.Para este mês de março, já estamos programando um pic-nic para o dia 18, domingo, no ambiente do Observatório Capitão Parobé (na agenda do Colégio, que foi entregue para todos os alunos e professores, a data aponta para o dia 16, mas esta não é a data correta), para esperarmos o equinócio de outono, que acontecerá no dia 21. Almoçaremos por lá mesmo, enquanto nos empenhamos na execução de atividades tais como: 1. construção de gnomon; 2. determinação da linha meridiana do local; 3. construção de relógio-de-sol verdadeiro; 4. observação do sol com telescópio, com filtro e por projeção;Para o mês de abril, participaremos do Dia Mundial da Astronomia (21/04) e da Semana Mundial da Astronomia (de 16 a 21 de abril), de acordo com os critérios estipulados pela Liga Astronômica Internacional:
com as seguintes atividades: 1. divulgação da astronomia no Colégio; 2. pintura no chão do sistema solar em escala; 3.pintura no chão das distâncias do sistema solar na proporção do pátio do Colégio; 4. outras atividades (pinturas, desenhos, maquetes, etc).E no mês de maio tem a X Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (X OBA), que ocorrerá numa sexta-feira, dia 4, no horário da tarde, com início às 14h00min. Vamos participar, como acontece tradicionalmente, desde 2001.

O trânsito de Mercúrio em 2006

No apagar das luzes do ano letivo de 2006, exatamente na tarde do dia 8 de novembro, ocorreu um trânsito de Mercúrio. Alunos do CMPA participaram da observação do trânsito, juntamento com professores e funcionários, no pátio do Colégio. O nosso ex-comandante, Cel Piaggio, prestigiou o evento, também participando das atividades.

O que é um trânsito? Os planetas do nosso sistema solar
giram em torno do Sol com os planos de suas órbitas ligeiramente inclinadas, em relação à órbita da Terra.
Esses planos orbitais oscilam, no que poderíamos dizer numa linguagem figurada, "para cima e para baixo". Em algum momento desta oscilação, os planetas internos (Mercúrio e Vênus) passam pela frente do Sol em relação à Terra. Então, é possível ver sobre o disco do Sol a silhueta escura do planeta se deslocando sobre o mesmo.

As observações que fizemos foram feitas com projeção da imagem do Sol sobre uma cartolina branca. Escolhemos fazer deste modo, para que todos que participassem pudessem ver o evento, sem precisar esperar em filas, caso usássemos os filtro solar para observação direta pelo telescópio. O Cel Araujo gravou várias fotos do evento. Na foto ao lado, mostramos o disco do Sol projetado na cartolina e uma caneta apontando para o minúsculo ponto escuro da silhueta do planeta Mercúrio "entrando" na luminosidade do disco solar. As imagens não estão muito nítidas, porque a projeção perde um pouco da luminosidade da imagem.

Nesta data, ainda fomos agraciados com uma bela mancha solar, que aparece na parte inferior do disco solar