Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Estrela gigante viaja no espaço com supervelocidade



A Nasa divulgou imagem da missão Wise (Wide-field Infrared Survey Explorer) da estrela gigante e quente chamada Zeta Ophiuchi que viaja pelo espaço com super velocidade criando uma grande nuvem de poeira e gás a sua frente.
Os astrônomos acreditam que a Zeta Ophiuchi, que tem massa 20 vezes maior que o Sol, orbitava uma estrela ainda maior. O sistema binário estelar teria terminado com a estrela maior explodindo em uma supernova, o que teria lançado a Zeta como uma bala pelo espaço, a uma velocidade de 24 quilômetros por segundo.
O vento produzido pela estrela é poderoso e empurra poeira e gás formando uma onda de choque, abrindo caminho para a passagem da estrela. O efeito é semelhante ao que acontece quando um barco em alta velocidade anda na água, empurrando uma onda em sua frente. A grande quantidade de radiação ultravioleta emitida pela estrela faz com que a poeira a sua volta esquente e fique mais brilhante.
A Zeta Ophiuchi é 65 mil vezes mais brilhante que o Sol, mas está cercada por muita poeira, senão seria uma das estrelas azuis mais brilhantes do céu. Como toda estrela com grande massa, ela deve existir por pouco tempo. Estima-se que já tenha passado por metade dos poucos 8 milhões de anos de vida.
Para se ter uma ideia, o Sol está na metade de sua vida de 10 bilhões de anos, mas ao contrário da Zeta, que deve terminar seus dias em uma explosão de supernova, o Sol deve se tornar uma pequena anã branca (devido a seu tamanho).

Fonte
http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/2011/01/25/estrela-gigante-viaja-no-espaco-com-supervelocidade.jhtm

Nenhum comentário: