Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

terça-feira, 22 de março de 2011

Clube de Astronomia mede a sombra do Sol no Equinócio Vernal de março de 2011

O Clube de Astronomia do Colégio Militar de Porto Alegre teve a satisfação de participar da atividade de medida da sombra do Sol no equinócio de 21/03/2011. A atividade propriamente dita começou às 11h00min e se estendeu até as 13h30min, no ambiente do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé. Após esse horário, os alunos retornaram ao Colégio.
Essa atividade já vem sendo tradicionalmente programada previamente com a Supervisão Pedagógica do Colégio, ao final do ano, para constar do calendário de eventos da agenda dos alunos como sendo um pic-nic no Observatório, como já o fizéramos há alguns anos. O presente projeto é realizado em conjunto com o Grupo de Trabalho sobre Ensino da Astronomia, organizado por ocasião da Reunião CTS 4 (Ciencia, Tecnologia e Sociedade IV), realizada em Porto Alegre, Brasil, entre os dias 24e 26 de novembro de 2008. Esta reunião foi organizada em conjunto pelas seguintes Sociedades Científicas: Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC, Brasil), Asociación Ciencia Hoy (Argentina), Asociación Argentina para el Progreso de las Ciencias (AAPC, Argentina) e Sociedad Uruguaya para el Progreso de la Ciencia y la Tecnología (SUPCYT). Por convite então, da Profa. Dra. Maria de Fátima Oliveira Saraiva, do Instituto de Física da UFRGS, integramos nossa atividade à atividade do grupo mencionado, num projeto não somente regional, local, mas internacional. No ano passado e neste ano a equipe fundiu-se a outro projeto mais amplo denominado Projeto Eratóstenes, cujo objetivo principal é, a partir dos dados colhidos nas medidas da sobra do Sol a meio-dia, refinar a medida da circunferência da Terra.
O dia estava muito lindo, luminoso e limpo de nuvens. Os alunos, em número de 23,  foram divididos em oito grupos, de trabalho, onde seis grupos utilizaram as mesas do terraço do Observatório e os outros dois grupos fizeram as medidas sobre o Disco de Efemérides ao lado do prédio do Observatório.  Sobre cada uma das seis mesas de alvenaria do terraço do Observatório foram colados papéis para marcação individual dos alunos e um pequeno gnomon de 15 centímetros. Dois gnomons foram colocados sobre o Disco de Efemérides no chão e fizemos sistematicamente as marcações das sombras do Sol a cada 10 minutos, a partir das 11h20min. Ao final de tudo os alunos mediram os comprimentos das sobras coletadas no papel
Na próxima quarta-feira, 23/03/11, no horário do Clube de Astronomia, os professores coordenadores irão conduzir a atividade de medida da sombra e determinação do ângulo de incidência do Sol com os alunos.
Uma vez estando de posse desses resultados enviaremos as informações e fotos para divulgação e tratamento de dados pelo grupo de professores que participam do projeto internacionalmente. Da nossa parte, existe interesse particular de escrevermos um pequeno artigo para ser publicado e divulgar a atividade, independentemente do artigo que deverá ser publicado pelo grupo organizador do evento internacional.

Nenhum comentário: