Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Rua Cleveland, 250, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 2,5 . log (D / 6,2) 2 + mVS: 14,7; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,7; Comprimento do tubo óptico: 17”; Massa: 42 libras (19,1kg).

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Ocultação de Júpiter pela Lua no Natal: sucesso!

  
Na noite de ontem, 25 de dezembro de 2012, uma data emblemática, apreciamos mais uma ocultação de Júpiter pela Lua no ambiente do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre. Conforme divulgado nas redes sociais, foi um evento aberto ao público em geral. Os equipamentos foram montados no ambiente externo do Observatório, sobre o Círculo de Efemérides e pudemos acompanhar o evento desde antes de ele inciar propriamente, até o seu final, quando Júpiter emerge por detrás da Lua. Pelo nosso relógio Júpiter tangeu a Lua às 20h44 e ocultou-se totalmente às 20h46. O início de sua saída de por detrás do disco lunar ocorreu às 21h37, saindo totalmente às 21h39. O evento foi gravado diretamente a partir do telescópio Celestron CPC 08 utilizando câmera de CCD, observado por diferentes telescópios e lunetas e fotografado com câmera Canon EOS 1100D com teleobjetiva de 75 X 300 acoplada. Todas as imagens que ilustram essa reportagem foram obtidas com esses instrumentos, com exceção da imagem de Roberto Carlos*.
   O grande público que esperávamos não compareceu, pois tivemos que competir naquele horário com os aparelhos de ar-condionado das residências que arrefeciam o forte calor que reinava em Porto Alegre, beirando os 40 graus Celsius com sensação térmica na ordem do 50 graus Celsius, e com o especial do Roberto Carlos (que, aliás, sempre inspira "grandes emoções" e também é um grande "astro"). Mas mesmo assim, além dos coordenadores do evento, professor Luiz Carlos GOMES e Ten Gentil Cesar BRUSCATO, prestigiram o nosso evento a professora de biologia Letícia Ohmrich, seu marido Ricardo e sua esperta filhota Manoela, o ex-aluno Lucas Azeredo e seus pais e o aluno Lucas Hagemaister, que está se preparando para a pré-seleção para participar das Olimpíadas Internacionais de Astronomia.

* Os créditos para a  foto de Roberto Carlos que ilustra esta reportagem têm origem no endereço da internet: http://vejario.abril.com.br/especial/roberto-carlos-funk-melody-705109.shtml.

Nenhum comentário: