Informações técnicas


Este blog é dedicado à divulgação das atividades do Clube de Astronomia e do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar de Porto Alegre.

Localização

Pátio do 1º CTA, Rua Cleveland, 250, com entrada pelo 1º CGEO, antiga 1a. DL, bairro Santa Tereza, Porto Alegre

Rio Grande do Sul – Brasil

30º03’55”SUL 51º13’04”OESTE

Altitude: 75m

Características óptico-físicas do telescópio Celestron C11

Sistema óptico: Catadióptrico Schmidt-Cassegrain; Abertura (D): 11pol (279,4mm); Distância focal do espelho primário(F): 110,2 pol (2799,1mm); Razão focal (número f) = F/D: f/10; Maior aumento útil: 660X; Menor aumento útil: 42X; Poder de resolução (s) = 11,6”/D: 0,42”; Resolução fotográfica: 200 linhas/mm; Poder de concentração de luz: 1593X; Magnitude visual limite m lim = 7,5 + 5log (D): 14,73; Foco próximo com ocular: 60’; Foco próximo com câmera: 60’; Comprimento do tubo óptico: 25 pol (635,0mm); Massa: 27,5 libras (12,5kg).

Características óptico-físicas do telescópio Celestron CPC800

Sistema óptico: Catadióptrico Schimidt-Casegrain; Abertura: 8pol (203,2mm); Distância focal: 2032mm (80”); Número f: f/10; Maior aumento útil: 480X; Menor aumento útil: 29X; Poder de resolução: 0,57”; Resolução fotográfica: 200linhas/mm; Poder de concentração de luz: 843X; Magnitude visual limite: 14,04; Comprimento do tubo óptico: 17” (43,18cm); Massa: 42 libras (19,1kg).

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Show do por-do-sol em Porto Alegre

Após quase um ano sem publicações, nosso blog volta com força total. Para recomeçar, nada como presenciar um belo por-de-sol durante as atividades. As imagens abaixo, coletadas através de telefones celulares, iPhone e Androides, pelos professores Gomes, Bruscato e Asp Sabrina Richter, sem câmeras especiais, sem filtro e sem qualquer outro artifício mostram o lugar comum que confirma o dito que Porto Alegre tem o mais belo por-do-sol do mundo. Graças à presença de cristais de gelo e umidade na atmosfera, a natureza nos contempla com a beleza das fotografias que seguem. Todas as imagens foram tomadas a partir do Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé, do CMPA, situado no bairro Santa Teresa, no pátio do 1º CTA.










Para completar o sucesso das observações, após anoitecer registramos imagens fabulosas da superfície rente ao terminador da lua-crescente obtidas com nosso telescópio Celestron 11 e câmera SBIG7. A nitidez das imagens ultrapassou nossas expetativas, uma vez que o céu estava impregnado de umidade formando um fog que tapava totalmente as estrelas e formando um halo de luminosidade em torno da Lua. As imagens que seguem cobrem uma área de campo visual de 8' de largura por 5' de altura, lembrando que o diâmetro angular da Lua se encontra em torno de 0,5º (30').


















Nenhum comentário: